CineReforma - Em Defesa de Cristo

CineReforma - Em Defesa de Cristo

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Prefeitura do Rio de Janeiro fecha contrato com X-Men!




A Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC) é uma entidade espírita que foi criada para intervir nos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza.
Foi fundada por Ângelo Scritori, que morreu aos 104 anos em 2002 e hoje quem está à frente é sua filha Adelaide Scritori também médium que incorpora o espírito e mentor Cacique Cobra Coral que também já teria sido de Galileu Galilei e Abraham Lincoln.

Com a missão de minimizar catástrofes que podem ocorrer em razão dos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza, a FCCC ganhou fama internacional depois que o escritor Paulo Coelho foi seu vice-presidente, entre 2004 e 2006. Hoje, dezessete Países e três Continentes, recebem ajuda do cacique.

Diante disto, Cesar Maia recorreu novamente a FCCC, fazendo o pedido para que as chuvas não atrapalhassem a Cerimônia de abertura, na ocasião Osmar Santos, o diretor de assuntos corporativos e relações governamentais da Fundação, disse: ‘A chuva não vai apagar a tocha olímpica. Mas, conforme as necessidades a cerimônia poderá ser estendida’, isto porque a médium Adelaide Scritori estava em Buenos Aires e pegou um jatinho para chegar a tempo no Rio.

Depois dos trabalhos realizados para o Pan, a FCCC foi solicitada outras vezes por César Maia. Em outubro de 2007, a médium cancelou uma viagem aos EUA e foi para o RJ minimizar os impactos da chuva. Entre outubro e novembro de 2007 os esforços da médium foram para conter o clima a fim de que o túnel Rebouças, no RJ, fosse desobstruído. O jornal do Commercio publicou no dia 01/11/2007 que a presidente da FCCC, montou seu quartel-general esotérico no Cosme Velho, perto do Rebouças, para garantir bom tempo para a realização das obras de recuperação da entrada do túnel.
Em dezembro do mesmo ano ela foi chamada para espantar a chuva que poderia atrapalhar o réveillon. Adelaide começou o trabalho na sexta-feira dia 28 numa cobertura em Copacabana e no dia 31 foi para um iate.

Com a tragédia de Angra, o governador Sérgio Cabral achou melhor contratar a FCCC enquanto efetua as obras que irão combater as causas das enchentes.
Já nas semanas que antecederam o Carnaval, uma onda de calor atingiu o Rio de Janeiro e a primeira noite de desfiles do Grupo Especial na Marquês de Sapucaí ocorreu sob os efeitos de uma brisa suave que reduziu a sensação térmica. Coincidência ou não, a médium Adelaide Scritori, que diz incorporar o espírito do Cacique Cobra Coral, capaz de controlar o tempo, estava na Sapucaí no camarote conjunto do Governo do Estado e da Prefeitura do Rio.

Parece piada, mas não é! Essa médium Adelaide Scritori é muito chique! A afirmação da prefeitura do RJ de que a médium teria controle sobre as forças da natureza parece uma história de Stan Lee Criador dos X-men!

Parece que baixa o espírito do Exu Tempestade nela e pronto, "ta tudo dominado"!O mais interessante é o "modus operandi" da nossa Ororo Monroe tupiniquim. Ela realiza seus trabalhos em Buenos Aires, ou então numa começa numa cobertura em Copa e termina num iate a beira mar! Ta explicado o problema das chuvas em Niterói, se Jorge Roberto Silveira celebrasse um convênio desse porte, estaríamos livres da tragédia do Bumba e do 340 por exemplo. Mas pensando bem, se o exu x-men fosse mesmo tão poderoso, porque o morro dos prazeres veio abaixo? Porque o Boréu está em petição de miséria e porque com as últimas chuvas cerca de 50 carros foram abandonados em plena Praça da Bandeira, na radial oeste? Calma, o Exu explica! É que como ele é muito chique, alguns incidentes foram contidos, mas por conta das limitações de Adelaide que é MÉDIUM, pra conter tragédias maiores teriam que contratar uma "GRANDEUM" (não poderia perder essa né...)

Sobre Deus, o verdadeiro Senhor do tempo o livro de Jó entre outras coisas diz:
"Ele é o que remove os montes, sem que o saibam, e o que os transtorna no seu furor.
O que sacode a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem.
O que fala ao sol, e ele não nasce, e sela as estrelas.
O que sozinho estende os céus, e anda sobre os altos do mar." (Jó 9:5-8)


E vem aí, o caboclo Wolverine!




A promessa das autoridades de diminuir a violência no estado do RJ parece que falhou mesmo. Reprime o tráfico, aumenta o roubo de carro, reprime o roubo de carro, sobe o latrocínio e assim vai. Tá certo, talvez estejamos vivendo uma época onde jamais a polícia trabalhou tanto.

Mas o grande caso é que vem aí dois grandes eventos que acontecerão no RJ que merecem uma atenção especial no quesito segurança. As olimpíadas e a copa do mundo. Bem, o que será que as autoridades pensam em fazer pra melhorar as condições de segurança do nosso estado? Uma operação de exportação dos chefes do tráfico que estão presos no RJ? Uma retirada em massa dos moradores de rua que assustam a população da zona sul? Ou o extermínio de todo tipo de marginal que aparecer pela frente?

Não sei. Mas enquanto os governantes pensam eu estou agindo! E quero sugerir uma saída pro problema de segurança do RJ. Já que o problema das enchentes e chuvas foi resolvido com a contratação da FCCC, deveríamos pensar em uma alternativa tão sobrenatural quanto essa pra segurança púlbica também. Dessa forma, sugiro que a prefeitura invista uma graninha a mais e feche uma parceria com o Caboclo Wolverine!

Nenhum comentário:

Postar um comentário