CineReforma - Em Defesa de Cristo

CineReforma - Em Defesa de Cristo

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

7 DE SETEMBRO, O DIA DA INDEPENDÊNCIA

Por que você está em casa hoje?

Hoje é o dia da nossa independência, o dia em que o Brasil se separou politicamente de Portugal. E isso aconteceu em 1822.



 
 
E desde o início já levavam dinheiro da gente. Lí, em livros o seguinte:
 
"Para ser reconhecido oficialmente, o Brasil negociou com a Grã-Bretanha e aceitou pagar indenizações de 2 milhões de libras esterlinas a Portugal. A Grã-Bretanha saiu lucrando, tendo início o endividamento externo do Brasil.



Quando D. João VI retornou a Lisboa, por ordem das Cortes, levou todo o dinheiro que podia — calcula-se que 50 milhões de cruzados, apesar de ter deixado no Brasil a sua prataria e a enorme biblioteca, com obras raras que compõem hoje o acervo da Biblioteca Nacional. Em conseqüência da leva deste dinheiro para Portugal, o Banco do Brasil, fundado por D. João ainda 1808, veio a falir em 1829".

 
E ouvi de um historiador bam bam bam o seguinte, sobre o mesmo fato acima:
 
"Após a emancipação do Brasil os primeiros países que reconheceram a independência do Brasil foram os Estados Unidos e o México. Portugal exigiu do Brasil o pagamento de 2 milhões de libras esterlinas para reconhecer a independência de sua ex-colônia. Sem este dinheiro, D. Pedro recorreu a um empréstimo da Inglaterra.



Embora tenha sido de grande valor, este fato histórico não provocou rupturas sociais no Brasil. O povo mais pobre se quer acompanhou ou entendeu o significado da independência. A estrutura agrária continuou a mesma, a escravidão se manteve e a distribuição de renda continuou desigual. A elite agrária, que deu suporte D. Pedro I, foi a camada que mais se beneficiou".

 
Em 1822, o mais pobre não entendeu nada, a estrutura continuou a mesma, a distribuição de renda continuou desigual e a elite se beneficiou. EM 1822!

Hoje em 2010 isso não deve acontecer mais né? Não é??


Feliz dia da Independência.


postado originalmente em http://www.chongas.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário