CineReforma - Em Defesa de Cristo

CineReforma - Em Defesa de Cristo

sábado, 11 de setembro de 2010

O DEUS ESQUISOFRÊNICO DO "VOZ DA VERDADE"

“Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho.” 1 João 2:22


 
por Diogo Henrique de Sá
 
 
Ao publicar um artigo sobre a Igreja Evangélica Voz da Verdade (IEVV daqui por diante) recebi algumas manifestações de pessoas defendendo o movimento. Eu aceitei os comentários, mas, como essas pessoas utilizaram do anonimato eu resolvi refutá-los abertamente.

Então vejamos:
 
----

“DEUS NÃO É COVARDE, ELE NÃO MANDOU NINGUÉM FAZER AQUILO QUE SOMENTE ELE PODIA FAZER, E UM DIA ELE FOI CHAMADO DE FILHO QUANDO HABITOU EM UM CORPO DE CARNE E OSSOS. LUCAS 1:35- SERÁ CHAMADO FILHO DE DEUS”

----

O comentário acima revela uma total incompreensão das verdades do Evangelho por parte desse defensor da IEVV. Deus nunca precisou resgatar o homem, se ele não o fizesse não seria covarde, ele seria justo, totalmente justo. O homem merecia a morte e o inferno, nada menos do que isso, o fato de Jesus ter vindo para reconciliar o homem com Deus, nos revela a extrema misericórdia e graça de um Deus justo e santo para com uma humanidade caída.

Este comentário revela ainda o tipo de cristianismo que algumas pessoas têm vivido, onde o homem é a medida de todas as coisas. O comentarista possui uma visão distorcida sobre Deus, demonstra isso ao presumir que Deus teria alguma obrigação para com o homem e seria um covarde ao não assumir sua responsabilidade. Deus é o Centro meu colega. Ele é O Soberano! As coisas funcionam em função dele e não do homem. Outro equívoco cometido por você e que demonstra sua inadequação com relação às Escrituras, é defender os ensinos do Sr Carlos Moysés. Desde o Antigo Testamento até o final do Novo, Deus se revela em três pessoas, mas, ao que tudo indica você (anônimo) além de não ler a Bíblia ainda permite que alguém a interprete por você. Onde você, consegue encontrar uma passagem bíblica para validar essa sua posição? É preciso ser muito alienado e influenciável para ignorar a presença da Trindade[1] nas Escrituras. Como ignorar as seguintes passagens sem violentar o texto bíblico:

"E disse (singular) Deus (Elohim – palavra plural[2]): Façamos [plural] o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança" Gênesis 1:26.

“Eia, desçamos (plural), e confundamos (plural) ali a sua linguagem, para que não entenda um a língua do outro”. Gênesis. 11:7

“E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo” Mateus 3:16,17

“Visto como o mesmo Davi diz no livro dos Salmos: Disse o SENHOR ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, Até que ponha os seus inimigos por escabelo de seus pés.” Lucas 20:42,43

Eu poderia colocar outras passagens, mas essas já demonstram que: ou existe uma pluralidade de pessoas na deidade, ou Deus é meio esquisofrenico. Será que ele fala sozinho? Ou com um amigo imaginário? Pense um pouquinho amigo anônimo, inteligência é um dom divino.

Vamos ao segundo comentário:
 
-----

“AÍ O SEMEADOR FILHO DE ROMA, PRA VOCÊ SÓ FALTA ASCENDER VELA E CRER NO PULGATÓRIO, A, E SÓ PRA TERMINAR QUE LIVRO DA BIBLIA ESSE TAL PAULO ROMERO ESCREVEU? COMEDOR DE FEIJÃO.”

-----

Bom o meu acusador (também anônimo) reclama por eu citar uma frase de Paulo Romeiro, na verdade amigo, Paulo Romeiro não escreveu nenhum livro da Bíblia (e Carlos Alberto Moysés também não), porém com certeza ele já leu a Bíblia muito mais do que você, e é baseado na leitura que ele fez das escrituras que ele baseia para escrever os seus textos, ao contrário de você que não conhece nada sobre Deus, e baseia seus argumentos na explicação que outros, que entendem tanto quanto você, te dão das escrituras.

Outra acusação desse meu amigo anônimo, é que eu sou filho de Roma, na verdade eu sou filho da dona Sandra (hehehe), mas eu entendi o que você quis dizer. Eu não sou seguidor das doutrinas extra-bíblicas defendidas pela Igreja Católica Apostólica Romana, e nem de nenhum líder, eu sigo aquilo que Jesus nos ensina através das escrituras. Faço aquilo que Lucas (aquele que escreveu dois livros que constam na Bíblia) considera por “mais nobre, porque de bom grado recebo a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.” (Atos 17:11), algo que você não faz, antes aceita tudo o que lhe é ensinado, basta ter um pouquinho de curiosidade bíblica para verificar que a doutrina da Trindade está totalmente de acordo com as Sagradas Letras. Não vou acender vela, só se houver necessidade, vai que acaba a luz de casa e eu fique no escuro – nesse caso o melhor a ser feito é, se não tiver lanterna por perto, acender uma velinha (rs), mas não vou ascender vela e nenhum “santo” nem mesmo defender o purgatório, por que estas duas doutrinas, não são Bíblicas, mas humanas, olha que eu procurei nas Escrituras alguma passagem que validasse essa posição da igreja romana, mas como não encontrei embasamento, nem para essas doutrinas já mencionadas, nem para a crença na doutrina do Deus mutande defendida pelos unicistas (ah se você não sabe esse é o nome que damos pra gente que nem você), tanto a doutrina do purgatório quanto a doutrina do deus que desempenha vários papeis como um ator, são heterodoxas, ou seja, expúrias, por isso não creio nos ensinos anti-biblicos da Igreja Romana nem da Voz da Verdade, pois ambas as doutrinas (que são peculiar a cada uma dessas seitas) não encontram apoio bíblico algum. São doutrinas de homens e de demonios.

Fui acusado de ser comedor de feijão, fato que me causou grande expanto ao ponto de eu achar que estou lidando com algum profeteiro, pois você acertou: como muito feijão mesmo, disso sou culpado amigo anonimo. Hum fiquei até com água na boca de lembrar o feijãozinho.... Mas deixa isso pra lá.

Terceiro comentário
 
------

VOCÊ, ASSIM COMO MUITOS PERTENCEM AQUELE GRUPO DE PESSOAS CITADAS EM JUDAS VERSÍCULO 4. QUANTO AOS UNICISTAS, NÓS NÃO TEMOS ESSE PROBLEMA, POIS NÃO NEGAMOS A DEUS, NOSSO UNICO E SOBERANO SENHOR, JESUS CRISTO. COMO NÃO HA PALAVRAS DE BAIXO CALÃO NEM PALAVRÕES ESPERO QUE PUBLIQUE

-------

Este outro comentarista, anônimo, me acusou de pertencer ao grupo de pessoas citadas em judas 4, então vejamos o que está escrito lá:

“Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.” (Judas 4).

Para entendermos o que Judas disse neste verso precisamos ler toda a espístola, inclusive esta é uma prática muito recomedável amigo anonimo, e ao fazermos isso percebemos que usar Judas para justificar sua doutrina é dar um tiro no próprio pé. Judas não coaduna com o unicismo muito pelo contrário, no primeiro verso de sua epístola ele já faz distinção entre a figura do Pai e a do Filho, com relação ao verso quatro que você cita não existe nenhuma discrepancia com a doutrina da Trindade, Jesus é o único Salvador e nosso dominador, ele é o Senhor todos confessarão isso um dia:

“E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.” (Filipenses 2:11)

Fomos comprados por ele por bom preço, somos seus escravos agora. Judas deixa claro a existencia da trindade na sua epístola, veja como ele faz distinção das tres pessoas atuando na vida do Salvo:

“Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.” (Judas 20 e 21)

Sei que você, amigo anônimo, presumiu que Judas colabora com sua doutrina porque não entende as Escrituras nem o Poder de Deus. Judas demonstra que todos os que ensinam que Jesus não é Deus, erra porque não tem o Espírito Santo[3], se você conhecesse o contexto histórico saberia que Judas está defendendo a Igreja dos ensinos gnósticos[4], por isso Judas reafirma que Jesus é Deus. O meu amigo anônimo ficou disconfiado de que eu iria mesmo publicar o comentário dele. Mas tá aí amigão, comigo é assim não escreveu palavras de baixo calão eu publico mesmo.

O último comentário foi:
 
------

SEMEADOR FILHO E SEGUIDOR DO PAPA.......

------

Vamos lá denovo, eu sou filho do seu Paulo e não do Papa, mas que coisa, o Papa fez voto de celibato e não tem filho (pelo menos ninguém acusou ele disso). Outro erro cometido pelos modalistas (outro nome dado aos unicistas) é que eles acreditam que a doutrina da Santíssima Trindade vem do Papa (o gente pra gostar de uma teoria da conspiração hein), o que é um outro engano, são as Escrituras que nos ensinam a Doutrina da Trindade. Existem tantas passagens que falam sobre as três pessoas da trindade, que somente sendo muito obstinado para não enxergar a verdade sobre esse assunto.

João amigo mais íntimo de Jesus escreveu:
 
“Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? Este é aquele que veio por água e sangue, isto é, Jesus Cristo; não só por água, mas por água e por sangue. E o Espírito é o que testifica, porque o Espírito é a verdade. Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. E três são os que testificam na terra: o Espírito, e a água e o sangue; e estes três concordam num. Se recebemos o testemunho dos homens, o testemunho de Deus é maior; porque o testemunho de Deus é este, que de seu Filho testificou. Quem crê no Filho de Deus, em si mesmo tem o testemunho; quem a Deus não crê mentiroso o fez, porquanto não creu no testemunho que Deus de seu Filho deu. E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho.” 1º João 5.5-11.

Veja João está sendo contundente: o testemunho de Cristo é verdadeiro porque o Pai Textificou dele, isso tem a ver com algo que o próprio Jesus falou:

“Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Como ouço, assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai que me enviou. Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro. Há outro que testifica de mim, e sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro.” João 5.30-32.

Note que o próprio Jesus disse que o textemunho que ele dava de sí próprio não era válido mas o textemunho do Pai que estava no céu era válido (verdadeiro), mas que coisa mais sem sentido, pense pelo-amor-de-Deus se ele é o próprio Pai, que doidera é essa de dizer que o textemunho dele não é verdadeiro, mas quando ele era o Pai era verdadeiro? Será que os unicistas não usam o bom senso? Na verdade Jesus estava dizendo que era preciso pelo menos duas testemunhas[5] para que alguma questão fosse estabelecida. Se Jesus e o Pai são a mesma pessoa então o testemunho de Jesus era falso, ele não poderia ter evocado a Lei para justificar seu testemunho nunca.

Amigos se vocês imaginaram que a doutrina defendida pelos unicistas teriam alguma consistência, agora podem verificar que não existe nenhum apoio bíblico para isso. Quero dizer uma coisa pra vocês eu não escrevi isso tudo porque eu odeio vocês, não. Reafirmo o que Paulo Romeiro escreveu: “Quem conhece um Jesus errado, embarca em uma Salvação errada e poderá chegar a um céu errado”. Creio Profundamente que Deus quer que todos homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade. Abram suas biblias existem tantos textos para nos mostrar a realidade das tres pessoas na deidade que não tem como vocês ignorarem isso. A Igreja Voz da Verdade vem pregando um falso evangelho, inclusive utilizando a televisão e as músicas de seu grupo vocal. Abandone o quanto antes essa falácia e voltem-se pra o Verdadeiro Deus.

Termino este artigo com: “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com vós todos. Amém!” 2º Coríntios 13:14

Fui eu Diogo que escrevi esse artigo, não sou anonimo.

A Jesus Cristo seja a Glória para Sempre!
 
 
 
 
----------------------------


[1] Termo técnico desenvolvido por Tertuliano que se refere à doutrina Bíblica que professa a existência de um Deus único, eternamente subisistente em três pessoas distintas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo;



[2] A Forma singular seria Eloha;



[3] Judas 19



[4] Grupo filosófico-religioso que surgiu no primeiro século ensinando, dentre outras coisas, que Jesus era um Aeon (um intermediador entre Deus e os homens e assim uma espécie de anjo) e não Deus.



[5] Uma só testemunha contra alguém não se levantará por qualquer iniqüidade, ou por qualquer pecado, seja qual for o pecado que cometeu; pela boca de duas testemunhas, ou pela boca de três testemunhas, se estabelecerá o fato. Deuteronômio 19:15

 
sou fã do Semeador12 e surrupiei esse artigo de lá... rsrs

Nenhum comentário:

Postar um comentário