CineReforma - Em Defesa de Cristo

CineReforma - Em Defesa de Cristo

domingo, 16 de janeiro de 2011

Evangélicos Fazem a Diferença no Momento da Tragédia, Afirma Jornal



"Silas Malafaia vende seu avião e compra mantimentos para as vítimas da tragédia na Serra do Rio de Janeiro" 


"Bancada evangélica ameaça trancar a pauta de votação do congresso até que sejam tomadas medidas definitivas para evitar outras tragédias como esta" 


"RR Soares reverte as receitas dos carnês de patrocinadores para os desabrigados das tragédias"


"Apóstolo Estevam e Bispa Sônia desviam a Marcha para Jesus para a Serra Fluminense e a renomeiam "Marcha Por Jesus!", uma multidão a serviço da vontade do Senhor Jesus junto ao seu povo sofrido" 


"Bola de Neve TV não passa campeonato de surf ou skate sábado a noite para divulgar locais de doações e voluntariado para atuar na serra fluminense"


"Valdemiro Santiago coloca seus dois helicópteros a disposição das equipes de resgate e sai a campo com seus bispos para levar seus estoques de água 100% Jesus às vitimas" 



"Edir Macedo, mesmo não sendo cristão, desiste da construção de seu templo de Salomão e doa o material de construção para o reparo dos que perderam tudo"


"Rene Terra Nova faz um ato profético em favor das vítimas: Vai ao banco e transfere o dinheiro arrecadado para a Festa dos Tabernáculos para a conta da Cruz Vermelha, para que esta compre tendas e alimentos para os desabrigados"


"Bispo Rodovalho troca as emendas que fez para festas no Ministério do Turismo por verbas emergenciais para os desabrigados" 


"Ana Paula Valadão recebe uma revelação de que há um tripé sobre a Serra do Rio de solidariedade, amor ao próximo e humildade e decide realizar três shows com renda revertida aos desabrigados" 

Ah, vá! Não me diga que você acreditou?!


É o primeiro-de-abril em janeiro... hehe.

Oremos para que um dia, ao menos uma ou duas destas manchetes não soem como piada ou provocação, mas como coisa natural entre o povo de Deus. 

postado originalmente em: GenizahVirtual



Comentário do ReformaAgora: sarcasmos a parte, vamos voltar a realidade. Acho muito difícil alguma dessas manchetes acima acontecer. E se acontecer, sabemos que não será por amor ao próximo ou ao Reino de Deus, mas sim, por puro merchandising.

Pronto, falei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário