CineReforma - Em Defesa de Cristo

CineReforma - Em Defesa de Cristo

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Links da Semana (8)




Estou de volta com mais um "Links da Semana" temático. Dessa vez abordaremos o tema "Falsos Profetas e Falsos Mestres".


Aprecie sem moderação!






Waldemiro Santiago


Waldemiro Santiago (2)


Waldemiro Santiago (3)


Benny Hinn


Benny Hinn (2)


Neusa Itioka


Neusa Itioka (2)


Neusa Itioka (3)


Valnice Milhomens


O caso do polvo advinho da Copa do Mundo


O movimento G12 e a Maga Patalógica Gospel







Rebecca Brown


Silas Malafaia


Uma metamorfose ambulante


Silas Malafaia passa a perna em todo mundo


Manoel Ferreira



Mandante de assassinato e viciado em pornografia


Renê Terra Nova


A ditadura da honra


A sabedoria do mito para sua edificação diária



Carta Magna, Bíblia e a maconha estragada



Seis coisas que não te impedirão de ir para o inferno


Kenneth Hagin


Miguel Angelo


Edir Macedo


A melhor maneira de combater falsos profetas e falsos mestres


A segunda melhor maneira de combater falsos profetas e falsos mestres



Bíblia OnLine


As Peripécias de Valnice Milhomens





Valnice Milhomens proferiu em 1991, num programa de televisão, a declaração que a volta de Cristo se daria em um sábado de 2007. Na época, o Pastor Paulo Romeiro, por escrito, convidou a então pastora (hoje apóstola) para um esclarecimento do assunto (confira os livros de Paulo Romeiro: "Supercrentes", Ed. Mundo Cristão, página 24 e "Evangélicos em Crise" nas páginas: 183 até 191), porém não obteve sucesso.

Vamos fazer então uma breve esplanação dos argumentos de Valnice Milhomens para entender como ela raciocina para chegar a esta data (já que no vídeo ela não explica detalhadamente, vamos tentar preencher as lacunas de sua argumentação):

Para chegar à conclusão da profecia, Valnice primeiro argumenta que o sábado (shabbath) é o verdadeiro Dia do Senhor e que portanto Jesus voltaria em uma noite de sábado. A seguir, ela diz que Satanás teve dois mil anos, Israel também teve dois mil, e portanto a Igreja Cristã não teria mais que dois mil, assim a volta de Cristo seria após o ano 2000.

Para chegar a uma data mais específica, Valnice usa a parábola da figueira de Mateus 24:32-35. Como a figueira representaria Israel (que virou Estado em 1948), ela usa a data de 07 de junho de 1967, terceiro dia da "Guerra dos Seis Dias", quando diversas nações árabes se uniram para destruir Israel. Nesta guerra, Israel se antecipou aos planos dos inimigos e atacou antes da ofensiva árabe. O terceiro dia da guerra, especificamente 07 de junho de 1967, foi o dia em que Israel já tinha o controle de toda a península do Sinai e começou a conquista de outros territórios (Cisjordânia, o setor oriental de Jerusalém e as Colinas de Golan).

Assim, para ela, este seria o início do renovar dos ramos e do brotar das folhas da figueira (Mt. 24:32). Como é dito que "não passará esta geração sem que tudo aconteça" (Mt. 24:34), ela faz o seguinte cálculo: 1967 + 40 anos (tempo de uma geração) = 2007. Desta forma, num sábado de 2007 deveria acontecer o retorno do Messias à Terra.

Duas questões, entretanto, se colocam entre suas conclusões:

1ª Ela talvez não tenha se atentado ao versículo 36 do mesmo texto que ela utiliza: "Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai".

2ª Estamos em 2012, e o ano de 2007 passou sem que sua profecia se concretizasse.




Ví isso no http://marcelonathanson.blogspot.com/2009/01/relembrando-as-profetadas-da-apstola.html




Comentário do ReformaAgora: cabe aqui uma explicação sobre essa questão do sábado, abordada muito porcamente pela falsa-profetisa Valnice Mildemônios. O imperador Constantino nunca ordenou que a igreja guardasse o domingo, mas, que o império imitasse a igreja e passasse a guardar o domingo. Basta dar uma olhadela nos testemunhos dos Pais da igreja (que viveram antes de Constantino) sobre que dia a igreja oficialmente se reunía para adoração. Constantino nunca se converteu ao cristianismo, ele apenas cristianizou o império, tentando unificá-lo, numa medida de desespero de causa. 

Me dá um nojo ver essa falsa-profetisa dar esse sorrisinho cínico cada vez que solta uma heresia!






Caio Fábio - Um Recado à apóstola Valnice Milhomens





***

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Conselho Regional de Psicologia Persegue Psicóloga por Causa da Fé Cristã



Conselho de psicologia dá um prazo de 15 dias para que Marisa Lobo tire das redes sociais toda mídia que a vincule a sua fé Cristã estando ameaçada de cassação.


No último dia 09 de fevereiro às 11 horas da manhã a psicóloga Marisa Lobo, recebeu uma convocação para se apresentar ao Conselho Regional de Psicologia, motivo seriam várias denúncias recebidas pelas redes sociais sobre seu exercício profissional.

Ao chegar ao conselho, Marisa Lobo, tirou uma foto lendo a bíblia, dizendo estar lendo seu manual de ética enquanto aguardava. (foto postada nas redes sociais, que já virou motivo de perseguição).

Ao entrar no conselho foi recebida por duas fiscais, que a colocaram a par das denúncias, todas feitas por ativistas gays, usuários de maconha e ateus, que estavam se sentindo incomodados com a postura da mesma em se declarar psicóloga e cristã, por assumir em suas redes sociais que é Cristã, e pelos seus questionamentos de conteúdo do kit gay.

As fiscais leram todo código de ética, reforçando que ela é muito conhecida e que sua posição fere o conselho de psicologia e estão induzindo pessoas a posições contrárias ao homossexualismo e a convicções religiosas.

Relata Marisa Lobo

"Sobre a mesa colocaram Xerox de recados de twitter, o que me deixou indignada, como poderia estar sendo chamada para discutir ética, por denúncias de ateus, militantes gays, canabistas sem base legal alguma e que claramente me perseguem pelas minhas posições de direito de professar minha fé. Me senti perseguida, ouvi coisas absurdas, uma pressão psicológica que se eu não tivesse sanidade mental, teria me acovardado e desistido de minha fé."

"Tentaram o tempo todo me vincular a homofobia, deixei claro que processaria todos eles, pois não sou homofóbica, nunca agredi ninguém apenas tenho minhas opiniões, que foram claramente negadas a mim pelas fiscais, me senti tolhida em meu direito de liberdade de expressão."

Frase que foram ditas pelas fiscais que me indignaram

"Você não tem o direito, não pode se dizer Cristã e psicóloga ao mesmo tempo é ferir o código de ética."
"Você não pode dizer que Jesus cura, sendo psicóloga,"
"Você não pode se dizer psicóloga e cristã, guarde sua fé pra você, não tem direito de externar para mídia."
"Você não pode dar declarações que induza pessoas a acreditar que seu Deus cura, como faz em seus sites e blogs."
"você não tem direito de dizer em público que ama gay, mas quer ter um filho hetero."

"Me questionaram que eu disse, em uma palestra que não acredito em cura da dependência química sem Deus."

"Quando mandei que me dessem um exemplo de cura da dependência química só pela ajuda psicológica, ficaram em silêncio, eu disse que conheço centenas de casos, falei das estatísticas das comunidades e serviços que trabalham a fé, e dos meus 15 anos de trabalho na área vendo os milagres da transformação, apenas por dar essa oportunidade as mães e usuários de saberem que existe um Deus que pode tirá-los desse lixo que a psicologia não tem conseguido. Claro que a situação ficou mais crítica."

"Entendi que, a pessoa pode morrer, na sua frente, mas você como psicólogo não pode em nenhum momento, falar de Deus para pessoa."

"Contei o exemplo de uma mulher que entrou em meu consultório e me disse:"

"Dê-me uma razão para viver, ou vou sair daqui e vou desistir da minha vida!!!"

"Eu dei, Deus, ela está viva e bem até hoje."

"E perguntei o que deveria ter feito, já que ela tratava com psicólogos psiquiatras, tinha luto patológico, era depressiva suicida e não tinha vontade de viver, deveria deixá-la morrer então? A dar a ela a chance de acreditar que existe Deus, eternidade. Não souberam responder, enrolaram, e mudaram de assunto."

"Quando questionei que estavam me pedindo para negar Deus se quiser continuar exercendo minha profissão, elas se olhavam, e diziam: Não é isso, você pode ter sua fé mas não pode externar, guarde pra você, pois está induzindo pessoas a acreditarem em você pela sua influência."

"Deixei claro que não uso a religião para tratar meus pacientes, não tenho nenhuma reclamação em 15 anos no conselho, eles sabem disso. Então não estava entendendo, porque tanto código de ética. Se com meus pacientes nunca cometi um erro."

"Sou uma cidadã livre, a constituição me dá esse direito de professar minha fé, fora do meu consultório, elas sempre debatiam dizendo" "como psicóloga não."

"Quando disse que então seria cassada, pois não negaria minha Fé, uma delas disse:"
"Você não precisa ser cassada pode abandonar a psicologia"

"Disse que não abandonaria minha profissão, que não estou sozinha, que paguei caro pela minha formação, gastei anos da minha vida, e que não vou abandonar minha profissão, e que pago caro o conselho também. Elas me responderam:" "então deixe de falar de seu Deus de sua fé."


Ví esse artigo em Ministério Batista Beréia


***

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Pois É (13)











***

Zé Bruno foi Inocentado pelo TCU das Acusações de Desvio de Verbas Públicas. Sônia Hernandes foi Considerada Culpada.



Soninha Hernandes terá de abrir a bolsa Hermès e devolver aos cofres públicos quase 900 mil reais, fora juros e correção! Vai faltar para o caviar ungido este mês!

Bispa, pede algum para o Malafa que ele está montado!


O Tribunal de Contas da União inocentou o ex-deputado e ex-bispo da Renascer, o pastor José Bruno, atualmente dirigente da igreja Casa na Rocha das acusações de desvio dinheiro público. A acusação dizia respeito ao desvio R$ 1.923.173,95 (valores sem correção) destinados a Fundação Renascer, uma entidade assistencial ligada à igreja de que foi dirigente.



A verba federal da Fundação Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação envolvia acordos assinados em 2003 e 2004 e previam a alfabetização de 23 mil jovens e adultos e a formação de 620 professores. Na época, José Bruno (também líder da banda Resgate) era vice-presidente da Fundação Renascer. Para o TCU, o ex-bispo da Renascer não apresenta culpa: “Inicialmente, foram citados a Fundação Renascer/SP e seu ex-vice-presidente José Antônio Bruno, cujas alegações de defesa, conforme demonstrou a Secex/SP (fls. 638/644 do volume 3), comprovaram sua ausência de responsabilidade pelas irregularidades e pelos débitos apurados”, informa o texto divulgado pelo Tribunal de Contas da União. 


Já a bispa Sonia Hernandes, ex-presidente da Fundação Renascer, está foi considerada culpada pela gestão irregular e prestações de contas dos recursos recebidos no convênio. 


Esta decisão do Tribunal de Contas da União é, na verdade, a resposta a um recurso movido pela da ré que já havia sido condenada. O TCU informou que manteve a decisão porque a ré não conseguiu comprovar o uso dos recursos. Houve inépcia na prestação de contas do convênio, desta forma, Sônia Haddad Morais Hernandes deverá devolver aos cofres públicos a quantia de R$785 mil e mais R$100 mil de multas. 

Leia mais sobre o caso AQUI



***


Graças a Deus, Sou um Idiota!



Resposta ao Pr. Silas Malafaia por ter chamado àqueles que combatem a teologia da prosperidade de idiotas


por Renato Vargens



Entendendo o contexto:


Em entrevista a Revista Igreja de novembro de 2010 o pastor Silas Malafaia, da Igreja e programa de TV Vitória em Cristo, chamou os pastores que não pregam a teologia de prosperidade de Idiotas que deveriam perder a credencial e voltar a ser membro para aprender as Escrituras.


Confira abaixo a entrevista:


Revista Igreja: O senhor está sendo duramente criticado pelo setor mais conservador da igreja por causa da teologia da prosperidade pregada por alguns convidados de seu programa, como Morris Cerrullo e Mike Murdock. Como o senhor responde a estas criticas de que a teologia da prosperidade não tem base bíblica e é uma heresia?


Silas Malafaia: Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta.


Em seguida o pastor da Igreja Vitória em Cristo defendeu a Teologia da Prosperidade e a si mesmo: “Finanças é um dos maiores assuntos da Bíblia. Quando chega nesta parte, muitos pastores, as vezes porque eles mesmos não dão dízimo e nem oferta e, portanto não tem autoridade para falar do assunto, querem bater em quem fala”.


Minha Perplexidade:


Caro leitor, estou estupefacto com a entrevista de Silas Malafaia. quer dizer então que aqueles que combatem essa maldita teologia são idiotas? Quer dizer então que a prosperidade ensinada pelos teólogos da prosperidade é bíblica?


Minha resposta ao Pastor Silas Malafaia:


Prezado pastor,



O senhor sempre foi tratado com respeito pelos membros das igrejas evangélicas, no entanto, ultimamente o senhor tem tomado atitudes que nos tem feito ruburizar de vergonha.


Lembro com saudosismo que antigamente o senhor usava do seu programa de TV para evangelizar aqueles que não conheciam a Cristo, além de combater alguns desvios teológicos da igreja evangélica brasileira. Foi assim por exemplo com os "gedozistas" que teimavam em ensinar um evangelho diferente do Evangelho da Salvação Eterna ou com os teólogos da prosperidade que comecializavam as bençãos do nosso Senhor. No entanto, pelo que vemos o senhor mudou radicalmente.


Prezado Silas, diante do exposto sou obrigado a confessar que estou assustado com o seu comportamento! Se não bastasse a venda da unção da prosperidade por R$ 900,00, o senhor vem a publico afirmar que quem combate a teologia da prosperidade é idiota.


Caro (bota caro nisso) Silas Malafaia, diante de sua afirmação gostaria de lhe dizer que eu me encaixo no quadro dos idiotas. Gostaria de lhe dizer que não desejo a sua unção financeira. Eu não almejo essa espúria unção da prosperidade. Eu não quero esse evangelho manipulador que tira dinheiro do bolso dos meus irmãos.



Prezado Silas, lamento lhe informar, mas eu não vou semear ofertas de R$ 1.000,00 em troca de bênçãos de prosperidade, nem tampouco me sujeitar as falsas profecias murdokianas. Eu não desejo esse evangelho cabalístico e cheio de números. Eu não almejo a unção especial da prosperidade de homens que só falam em dinheiro. Eu não quero o enriquecimento mediante as ofertas do povo de Deus.


Afortunado evangelista, tenho certeza de que você bem sabe que este não é, nunca foi e jamais será o evangelho do Senhor. Aliás, vamos combinar uma coisa? Chega desta palhaçada, nós não suportamos mais ver o comércio do nome de Deus, antes pelo contrário, desejamos ver neste imenso país o evangelho vivido e pregado por Lutero, Calvino, Jonathan Edwards, John Wesley, Spurgeon, Lloyd Jones entre tantos outros mais, sendo pregado de forma eficaz.


Prezado Silas, isto posto, oro ao Senhor nosso Deus pedindo a Ele que tenha misericóridia da sua vida e que por sua graça o reconduza novamente aos valores inegociáveis da sã doutrina!


Arrependa-se enquanto ainda é possível!


***


Foto-Comentário do ReformaAgora:



.

Não Consigo Parar de Rir (40)










***